Temperos alternativos ao sal

Temperos alternativos ao sal

Sobre a dica

temperos-alternativos-secos-frescos-canela-louro-pimenta-cominho-anis-estrelado

Orégano, pimenta calabresa, alecrim, tomilho, salsinha, azeite e vinagre são alguns ingredientes do chimichurri, um molho clássico usado tanto para temperar como para acompanhar carnes. Da receita, que é famosa no Uruguai e na Argentina e ganhou o mundo, nota-se uma observação interessante: ausência de sal. Fato que só ajuda a confirmar que sim, dá para brincar muito quando o consumo pede moderação ou até mesmo restrição.

Nesse sentido, nada de comida insossa, pois o campo de invenção é amplo e inclui ervas, pimentas, bebidas alcoólicas e frutas – in natura ou o suco das mesmas. Coisas que, quase sempre, é comum ter na geladeira ou na despensa e não demandam recorrer ao supermercado só para preparar aquele bife no meio da semana. E nem mesmo quando a ideia é fazer uma receita com cara de festa.

Até quando não há quase nada em casa, os poucos itens que restam na fruteira podem salvar. O limão é um clássico, você pode usá-lo sozinho ou combiná-lo com frutas ou temperos ácidos. Casamento certeiro é o de ervas e pimentas, aposta que dá para ser seguida até por quem não é fã das ‘ardidas’. Sim, existem os tipos que são mais adocicados e só agregam sabor, caso da pimenta biquinho, a bodinho e a rosa. Com as mais potentes, o truque é retirar as sementes, pois são nelas que moram a picância. Pimenta-do-reino é sempre melhor moer na hora. Isso garante explorar todo o seu potencial. A regra vale também para a noz moscada.

No capítulo ‘ervas’, as frescas são as mais indicadas e, por sorte, o leque das que combinam com carnes é grande. Bons exemplos são tomilho, salsa, cebolinha, orégano, alecrim, salsão, cominho, coentro. Isso não significa que as desidratadas estão proibidas, elas são um coringa pela praticidade e prazo de validade bem maior, mas é preciso maneirar na dose. Funcionam bem o cominho, o colorau, a canela e a páprica que podem ser usados separadamente ou juntos, se a ideia é dar um toque oriental ao prato.

Por fim, as frutas também são perfeitas para trazer um gostinho especial no mundo da cozinha salgada. Boas companhias da carne também são o aceto balsâmico e até o espumante. Dica que vai bem na receita e, claro, na taça!

Carne assada: cebola, cebolinha, alho, cominho, cravo-da-Índia, canela, gengibre fresco, pimenta calabresa, salsa, mostarda em pó, tomilho.

Carne grelhada: coentro, pimenta calabresa, alecrim, folhas de louro.

Carne cozida: folhas de louro, mostarda, noz-moscada, orégano, páprica doce ou picante, pimenta preta, salsinha, tomilho, salsão, coentro.

Carne frita: noz-moscada, salsa, coentro, alho, cebola.